Idioma

+18

Alguns posts desse Blog podem ser recomendado para maiores de 18 anos devido ao conteúdo explicito;

25 de nov de 2014

Top 12 momentos bizarros em 007

Os momentos mais bizarros de 007. Top quem sabe?
Por Francesco Castrelly. Nº 1. Vamos inaugurar esse novo quadro do Blog com o top no caso 12 dos momentos mais bizarros de toda franquia cinematografica de James Bond. Vamos lá. 


007 É um dos personagens mais famosos do cinema, e agora com a era Craig, poucos lembram da década em que seus filmes tinha um tom menos obscuro. Muitas coisas que foram eliminadas na fase de Craig, ajudaram a imortalizar o personagem, então aqui vai uns momentos bizarros de James Bond.
O Vilão Renard de 007 O Mundo não é o Bastante.

12- Um filme com um nome que aproveita uma frase muito sutilmente citada em 007 a serviço secreto de vossa majestade era para não se esperar muita novidade correto? Na verdade não. É um filme aceitável embora eu considere na lista dos piores de Brosnan perdendo só para Um Novo dia para morrer. Mas o filme é legal e foi o primeiro filme do 007 que assisti. O Conceito de Renard, um vilão totalmente imune à dor que recebeu um tiro na cabeça e ao invés de morrer perde todos os sentidos como dor, olfato e etc... É no mínimo bizarro. Fica na décima posição.

11-Já que estamos falando de 007 A serviço secreto de sua majestade, vamos citar um momento bizarro de um dos filmes mais injustiçados e mal compreendidos de toda a franquia. George Lazenby não foi um Bond 100% mas nem de longe é tão ruim quanto muitos dizem, mas isso é assunto para outro tópico. O Bizarro aqui nem é só Blofeld, aparecer totalmente diferente de como foi mostrado em com 007 só se vive duas vezes, (interpretado pelo ator que faz Pilatos em A maior história de todos os tempos, essa eu tirei do fundo do baú), ou Bond se disfarçar mudando de nome na casa do próprio sendo que já se viram cara a cara no filme anterior. (O quão burro Blofeld é para não reconhecer ele sem máscara alguma?) e nem adianta dizer que o filme ignorou o anterior, pois a sequencia lamentável (Diamantes são eternos) parte (embora que sutilmente) exatamente de onde esse filme parou. Traduzindo, não tem desculpas ,porra! O Pior nem é só o disfarce mas a natureza dele. Bond literalmente finge ser homossexual (sem homofobia XD). Embora isso seja citado de maneira muito discreta. Ele usa a tal saia dos escoceses, uma espécie de fraque (que a paródia Austin Powers aproveitaria anos mais tarde) e usa da suposta viadagem para poder transar com todas as mulheres da casa. (Uma casa só de mulheres com James Bond dá nisso). Apesar disso logo após ser descoberto (acho que Blofeld precisou de muito esforço mental), resulta na emocionante cena de perseguição de esqui. Primeiro filme do 007 a se passar na neve. Onde os caras atiram para frente e a bala acerta o chão XD. Nono lugar.

10-Xenia de 007 Contra Goldeneye. Só o nome Xenia já é bizarro, lembra xana xd. Ela literalmente fechava as pernas em seus amantes e os matava. Essa mulher tem uma força dos caralhos não? Quase que nosso herói Bond (Pierce Brosnan) morre pela tal chave de pernas. Oitavo lugar para Bond Girl vilã bizarra. (E gostosa) como curiosidade, foi uma das raras que Bond não comeu. Raro mesmo. Mas foi por uma boa razão, Bond não queria acabar morto.

9-A morte do casal gay em 007 os Diamantes são eternos. O Ultimo filme protagonizado por Sean Connery (Claro que depois viria o Nunca mais outra vez, mas me refiro aos oficiais) é estranha bizarra e até divertida. Em um filme decepcionante, chato, com história confusa, efeitos toscos, um Connery envelhecido e sem inspiração (só na maneira como ele diz: Meu nome é bond james bond, compare a maneira como ele diz isso em 007 contra Goldfinger e como ele diz isso nesse filme e me diz se não estou certo), uma Bond girl com expressões faciais que te dão vontade de dar um murro na tela da tv. O Casal de assassinos, Mr Kidd e Mr Wint (isso não é sutil, eles andam de mãos dadas e tem ciúmes um do outro) dão trabalho. Chegando a colocar Bond em um caixão para cremar. (Obviamente foi a primeira situação exagerada que Bond conseguiu escapar por milagre). E na ultima cena do filme(Navio) Connery queima vivo um, mas o outro ele pega a bomba que o tal mesmo trouxe, passa por entre as pernas dele (WTF), e o joga no mar, (onde dá para ver claramente que foi um boneco). E ainda solta a sua ultima piada de Bond em um filme oficial da série: “Ele saiu com o rabo entre as pernas”. Incrível. Um filme totalmente tosco, que eu até gosto mas com certeza de todos os mais de vinte filmes do Bond, esse estaria no ultimo lugar da lista. Mas nessa fica com o sétimo lugar.

8-Os mamilos. Vocês devem estar se perguntando porque Roger Moore estava demorando tanto para aparecer na lista. (porque obviamente merece os primeiros lugares.) Alias eu poderia fazer um top 30 com lista de momentos mais bizarros do 007 só nos filmes em que ele foi Bond. Para o ator que até atualmente foi o que viveu James Bond por mais tempo, protagonizou diversos roteiros escritos por usuários de LSD, ou qualquer que seja as substancias ilícitas, que fariam GG Allin ressuscitar dos mortos e se perguntar porque nunca usou esse tipo de drogas já que provou quase de todas. Scaramanga, o vilão vivido por Christopher Lee (O Eterno drácula e o fodão Saruman), um nome meio que reaproveitado do anterior não menos bizarro, (Kananga de 007 viva e deixe morrer) no filme 007 contra o homem da pistola de ouro. Um conceito de um assassino de aluguel que usa pistola e balas de ouro, e cobra um milhão por serviço não é tão bizarro assim correto?! Não seria, exceto se esse vilão tivesse um mordomo anão, fizesse treinamentos em testes simulados da mente de um usuário de Crack mesclado com LSD, misturado com pinga e cachaça, e tivesse três mamilos. WTF. Que porra é essa? O Que acrescentou na trama, o fato dele ter três mamilos? Nada! Foi ridiculamente desnecessário. Tudo isso foi para Bond pedir para Q, fazer um mamilo postiço para ele se disfarçar e entrar na mansão? Já sabemos que existem roteiristas e figurinistas com fetiches por mamilos antes mesmo dos filmes do Batman de Joel Schumacher! Sexto lugar para esse momento. (espero que no livro tenha melhores explicações sobre essa pequena anomalia XD)

7-Bond vestido de japonês. Com 007 só se vive duas vezes, bem eu sou um cara suspeito para falar desse filme. Foi o primeiro filme de Connery que eu assisti e achei fodástico. Mas é que nem comer frutas ruins da feira e depois comer uma boa. Você acha a ruim gostosa porque nunca experimentou nada melhor. Ao assistir 007 contra Goldfinger, Moscou contra 007, Dr, no vi que todos eram muito melhores que esse. Só se vive duas vives, tem um desenrolar lento, entediante apesar de ter algumas batalhas excitantes, Bond nunca dirige um carro, não fala sua frase (Meu nome é Bond James Bond)mas esse filme tem moral porque é o primeiro a mostrar Blofeld, sem suspense. (Blofeld era tipo um personagem secreto que vinham escondendo desde Moscou contra 007, só dava para ver suas mãos acariciando seu gato, e sua voz ameaçadora, e ordens sádicas) obviamente que esse vilão foi parodiado em Austin Powers, como o Dr. Evil. Mas o fato bizarro desse filme é o fato de que James Bond se disfarça de japonês. Exato não estou brincando. Usa uma roupa idêntica, uma peruca que o faz ficar parecido com varias coisas. Um emo, ou algum integrante dos Beatles com câncer, ou Spock de Jornada nas estrelas menos um japonês. Resumo é bizarro, Bond treina, e até se casa para virar um cidadão japonês. Mais bizarro que isso é depois de Bond quase destruir o escritório de Blofeld com um cigarro explosivo, ele ao invés de mata-lo diz: “Eu não vejo a hora de acabar com você”, (Bem, senhor Blofeld, Bond está subjugado com diversos capangas seus armados, porque não mata-lo agora?) Ahhh entendi. Você prefere que ele ache um jeito de escapar. Beleza! Aponta a arma para ele, depois mate seu próprio capanga, e depois enrola dez segundos apontando a arma para ele ao invés de atirar. Parabéns Blofeld. Até seu gato seria mais esperto. Quinto lugar.

6-007 Um novo dia para morrer, varias coisas. O Filme com um conceito legal, um começo EXTREMAMENTE FODA! A idéia de Bond ser preso, torturado depois de escapar dos inimigos de maneira emocionante e surrealista, é totalmente estragada pelo restante do filme. Um vilão bizarramente chato. Hale Barrey em uma atuação que tentava imitar sem sucesso a Lin de 007 O Amanhã nunca morre, mas nem estou falando disso. Não me refiro ao carro invisível. WTF? Nem as cenas exageradas e mentirosas que eu até hoje curto muito. Quem sou eu para criticar o bizarro sendo fã de Marquês de Sade e GG Allin? Correto? Mas vamos lá. James Bond surfar em um tsunami, foi extremamente inaceitável. Pierce Brosnan protagonizou diversas cenas mentirosas em seus quatro filmes como Bond, perdendo só para Moore, mas a cena do tsunami, onde Bond fica preso em um precipício de gelo, e o vilão usa seu satélite capaz de reproduzir energia solar (isso não é bizarro, né galera?) para derreter transformar a colina em pura água. COMO ESCAPAR DESSA PORRA? Algo que aprendemos desde primeiro filme do 007. Por pior que seja a situação que Bond entra, eles sempre dá um jeito de escapar. Como o do elevador em Na mira dos assassinos, como dos crocodilos em Viva e Deixe morrer, do LASER!!!!!! Em 007 Contra Goldfinger, ou até mesmo nesse filme que estamos falando que é ficar 14 meses sendo torturado na coreia do norte. Mas como escapar disso?! Adivinhem só. Bond surfa em cima da onda gigantesca, em um dos piores efeitos especiais da história do cinema, acho que até os gráficos de 007 contra goldeneye (O lendário e excelente game de Nintendo 64, sem ironia alguma o game realmente é foda mas os gráficos de game na época estavam no começo, totalmente aceitável serem ruins) são mais convincentes que essa onda, fazendo inveja em todos os surfistas das praias do Rio de Janeiro. Se você levar o James Bond com você para Crackolandia exatamente as duas horas da manhã, pode andar com relógio e tudo, ninguém vai te roubar. O que é um trombadinha com um canivete perto de um cara que fez um helicóptero em queda funcionar não é mesmo? Quarto lugar.
5-007 Contra o Foguete da Morte. O filme em si já é bizarro, primeiro: Por tentar repetir o sucesso do filme anterior 007 O Espião que me amava, que imortalizou Roger Moore, e achou espaços não inconvenientes para suas constantes piadas, (Resumo o filme é foda), mas por que? Tudo naquele filme foi novidade. O Carro que virava submarino, a química com a Bond Girl Tri-x, é como se o anterior fosse tudo feito espontaneamente, e em o foguete da morte eles tentassem repetir. É como tentar fazer alguém rir, não fazer ela rir naturalmente. Cenas de ação exageradas, Bond lutando contra bandidos no espaço. (Juro por Deus) com direito a arma laser e d-efeitos especiais “maravilhosos”, o que é mais bizarro que isso tudo? Bond vir para nosso Brasil! (Ainda bem que não veio na copa, senão teria uma impressão pior do que esse filme passa sobre nós), a impressão que o filme dá é que aqui é carnaval todo ano. (Se literalmente fosse verdade eu não estaria escrevendo este post, pois já teria me matado há anos), nesse filme olha o que eu pensaria sobre os Brasileiros se eu não morasse aqui:
Brasileiros, um povo muito inconveniente que adora ficar pulando ao som de batucadas similares a macumba, e colocando enfeites idiotas em volta do seu pescoço mesmo sem você pedir. Nem o fato de um vilão com dois metros de altura e dentes de aço estar te perseguindo faz eles terem bom senso e semancol. Eles não falam, só pulam e é assim que é o Brasil, uma cultura esquisita, não vejo a hora de voltar à civilização.
Apesar disso temos uma batalha emocionante do dentes de aço (Logo vou falar sobre ele), no Bonde do pão de açúcar, (Embora a cena seja mentirosa). Mas finalmente vou chegar ao ponto necessário. Bond está de barco no rio amazonas de algum jeito ao voar de asa delta vai para nas cataratas do Iguaçu. WTF> QUE PORRA É ESSA??????? Eu que era um merda em geografia sei que são pontos totalmente diferentes no mapa, James Bond precisaria fazer uma longa viagem para chegar lá. Um erro geográfico gravíssimo, que só nós Brasileiros, ou um exímio culto de outras culturas que se interessa o bastante no nosso país onde só futebol e carnaval tem vez, para descobrir. Terceiro lugar.
4-Jaws, dentes de aço. O Vilão mais célebre do James Bond é no mínimo bizarro, um cara de dois metros de altura feio pra caralho, que não morre de jeito nenhum, é no mínimo bizarro. Todos gostaram dele quando ele infernizou Bond em 007 o espião que me amava, tanto que ele apareceu no lamentável foguete da morte. O Tal que é capaz de quebrar qualquer coisa com uma mordida, (deve ter mandíbulas de tubarão mesmo) Dentes de aço é o Jason que assombrou James Bond. (Moore) vejam isso:
Top feitos incríveis de Jaws.
10-Caiu dentro de um carro de um precipício o carro explodiu, ele saiu somente limpando poeira nas roupas. Obviamente ele deve ser de aço, e as roupas também. (007 o espião que me amava)
9-Todo mundo que tentava atirar nele acabava acertando as balas no seus dentes blindados. Igual quando alguém tá de colete com a cabeça desprotegida e o idiota só acerta no colete.
8-Fez um salto sobre humano em 007 Contra o foguete da morte em pleno Bonde do pão de açúcar. (É Brasil sil sil).
7-Arranca a estrutura toda de um carro (eita força).
6-Uma pedra enorme cai em seu pé mas ele fica sem dano algum, só dá um grito quase impossível de ouvir.
5-Quebra uma corrente grossa com dentadas. E os cabos do Bonde do pão de açúcar. Os cabos que são capazes de suportar o peso da maquina.
4-Toma um choque nos dentes, e é atirado para fora de um trem em movimento. Nada grave, só suas roupas ficaram um pouco sujas.
3-Cai de um avião, mas convenientemente cai em uma tenda bem macia de um circo, (tanto lugar para cair que sorte)
2-Nada é capaz de derrota-lo, exceto um argumento rapidamente dito por Moore na nave espacial em 007 Contra o Foguete da morte, que faz o gigante burro e malvado ficar do lado do bem.
Mais a medalha de ouro para a maior façanha dele é com certeza...
1-Arranjar uma NAMORADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Como que um assassino feio, gigante que não fala, cai de um bonde em pleno rio de janeiro, ao lado de uma garota que nunca viu, os dois se olham e se dão as mãos e ela aceita ir com ele num foguete a lua?. Nem se conheceram, nem se falavam. QUE PORRA FOI ESSA? Eu vou tentar fazer isso qualquer hora, cair de um Bonde, ou seja lá que porra for ao lado de uma garota e sair andando com ela. Isso é que nem um cachorro que fecunda uma cadela no meio da rua sem nunca nem ter visto ela. A diferença é que com os humanos é diferente, se tentar fecundar uma mulher que nunca viu nem falou a única coisa que vai conseguir é ser preso por estupro. Que porra foi aquela? Uma mulher muito menor que ele, espero que ele nunca tente comer ela por trás. Arrumar uma mina pro Jaws, isso nem foi infantil, nem surrealista. Eu acreditei piamente que isso pode acontecer. Se o dente dela bater no dele, (como acontece às vezes em beijos de língua), obviamente ela vai ficar banguela.
Bem Jaws, é um vilão clássico, não precisou de uma fala sequer para conquistar a simpatia do publico, é um vilão caricato, excelente e assustador, uma espécie de Nemesis do Resident Evil 3 na vida de Bond, sempre o perseguia, sempre era derrotado mas sempre voltava. Bom namoro Jaws. Não esquece de usar preservativo. Se forem ter crias, me convidem para ser o padrinho. Estará para sempre na cultura popular do Bond.
3-A Morte de Kananga, o conceito de 007 Viva e Deixe morrer, o filme de estreia de Roger Moore no papel de Bond, não era complicado. Uma poderosa gangue de traficantes negros de heroína. E Kananga faz questão de nos explicar seu plano na cena em que Bond está preso, onde só não faz seu capanga de gancho decepar o dedo de Bond porque não quis. Kananga teve no mínimo umas dez chances de matar Bond ao longo do filme, desde o começo dele. Para pagar pela burrice, na ultima cena Bond faz o tal engolir uma capsula inflável criada por Q, onde o tal flutua como um balão, enche e explode. WTFFFFFF!? Jura que ele morreu assim? Uma morte de desenho animado? Um filme que não é ruim mas não é bom, (mas é foda mesmo assim), merecia um finalzinho melhor não acham? Moore ainda solta uma de suas piadas dizendo: “Ele sempre foi cheio de vento” ahahhahah entendeu. Balão, vento? Se Pennywise(IT O Personagem do Stephen King)visse isso diria: Kananga, está aqui conosco, ele flutua e logo você Bond vai flutuar também. Medalha de bronze.
2-Barão de Samed de 007 Viva e Deixe e Morrer. Quase todos os vilões desse filme são bizarros, mas o Barão de Samed ganha com certeza. Na primeira cena em que aparece quando Bond vai se hospedar num hotel, o homem descrito como o homem que não pode morrer faz uma performance muito bizarra mesmo. Ele é uma espécie de vera verão do mundo do Bond, e apesar de ser um personagem interessante ele mais late do que morde. Medalha de prata para o tal. Medalha de prata.
1-Roger Moore após os 55 anos continuar sendo Bond.
Os filmes mais Mindfucks (como diria o Nostalgia Critic) do 007 são com o Moore com certeza, e como disse que seria capaz de fazer uma lista só dele vamos começar... O primeiro 007 de Moore foi bem bizarro (viva e deixe morrer), o segundo foi bizarro ao extremo (contra o homem da pistola de ouro), o terceiro tinha suas bizarrices mas era tão foda que a gente quase as ignorava (O espião que me amava), o quarto foi bizarro ao quadrado, e ao cubo (foguete da morte), o quinto foi o filme mais pé no chão de toda a era Moore. Se você quisesse saber como seria um filme sério do 007 com Roger Moore com certeza o mais próximo que terá disso é Somente para Seus olhos, onde só temos leves insinuações de humor, e as únicas situações engraçadinhas são a cena de abertura e a ultima cena do filme. O resto do filme é sério, muitos gostam, muitos acham esse filme monótono, eu particularmente gosto muito, e adoro a maneira como tentam ser fieis ao Bond extremamente frio do livro na cena em que Moore chuta o carro contra o precipício. Resumo... Moore até faz suas piadas, mas o filme é sério, e ele demonstra ares de crueldade. O único fator do filme era o fato mais bizarro de todos. Moore já estava com 53 anos de idade! Ele dizia que estava começando a ficar chato fazer cenas de amor com mulheres com idade para serem suas filhas, e Somente para seus olhos seria com certeza o ultimo filme dele. Moore foi chamado para série antes de Sean Connery, mas na época estava fazendo uma série chamada O santo, e só pode aceitar depois que Connery decidiu que os Diamantes são eternos seria o seu ultimo filme como Bond sem choro nem vela. Por Moore ele teria ficado como Bond por 20 vintes, ele era diferente de Connery que estava enjoado do papel repetitivo. Mas ele entrou na série com uns 47 anos, e mesmo aparentando ser mais jovem que Connery ele era mais velho, e logo isso daria sinais. Acho que o fato de Connery fazer um filme do 007 mesmo estando velho e calvo como foi em 007 Nunca mais outra vez, inspirou Moore a decidir fazer mais um, e então saiu 007 contra Octopussy. Um filme bizarro, não vou dizer que é bom, mas é um ótimo filme de entretenimento. E Bond trampa pra caralho nesse filme. É um dos filmes em que ele mais corre riscos de morte:
-Serve de refém na casa do inimigo.
-Fica preso em uma câmara fria.
-É perseguido num safari pela floresta passando por uma aranha, um tigre, uma cobra, sanguessugas, e um crocodilo, (isso fora os bandidos armados atrás dele)
-É atacado por um maluco com uma serra giratória, enquanto estava deitado.
-Se pendura em um trem e depois luta lá.
-Vira alvo de um atirador de facas.
-Precisa chegar há tempo de desativar de uma bomba, tentando conseguir caronas, não consegue então rouba um carro e é perseguido pela policia. Resumo... Acho que qualquer outro com um trampo desses pediria as contas na hora... Mas James Bond é FODA! O enredo todo de Octopussy é baseado em circo, e aí está a cena, em que ele para conseguir entrar no circo sem ser preso (o que resultaria na bomba explodir sem ele fazer nada) chegamos em uma das cenas mais bizarras de toda a história de James Bond, a Cena em que Bond se veste de palhaço, fora as outras bizarrices desse filme como gritar que nem Tarzan, ou se disfarçar de gorila, se pregar em um avião em pleno voo e não cair nem quando o piloto gira 360 Graus, (Resumindo a quantidade de vento de um avião foi o suficiente para matar Goldifinger em 007 Contra Goldifinger mas não é o suficiente para derrubar Bond de um avião) Mas como esse filme é depois de Somente para seus olhos não vamos esquecer isso! O fato de Roger Moore ter 55 anos quando fazia ESSAS CENAS!!!!!!!!!!!!!!!!!! Um resumo: Quando ele precisa chegar no circo a tempo, para impedir uma bomba de explodir, Como está sendo perseguido pela policia, e isso o atrasaria ainda mais ele entre na cabine dos palhaços e se veste de um. Bem só tenho uma pergunta:
Como que ele conseguiu fazer uma maquiagem tão certinha, idêntica dos demais palhaços se só tinha alguns minutos antes de a bomba explodir? Era no caso menos de três minutos, vestir uma roupa daquelas deve demorar no mínimo dez minutos para vestir, mais dez para se maquiar e mais dez para vestir aqueles sapatos. Acho que nem o Pennywise de Stephen King conseguiria mudar de disfarce tão rápido como Bond conseguiu. A cena é completada com o clichê momento em que Bond consegue desarmar a bomba quando o cantador está literalmente no zero. Apesar de tudo isso é um ótimo filme, MUITO melhor que 007 Contra o Foguete da morte e muito mais emocionante que Somente para Seus Olhos. A cena de abertura onde Bond é perseguido por um foguete em um avião minúsculo é no mínimo foda, a musica tema que lembra filme pornô. Que tal mais bizarrices? Já que estamos falando de um James Bond quase da terceira idade! Literalmente quase. Em 007 Na mira dos assassinos ele faz um Bond com 57 anos! Em Octopussy, ele estava visivelmente velho para o papel, como que ele pode ter continuado fazendo o papel? Eu sei que em Somente para seus olhos eles chamaram Pierce Brosnan que na época não podia. Mas Na Mira dos assassinos uma tradução “perfeita” para (A View To Kill) um titulo sem sentido também, porque não tem nada haver com o filme, temos o Bond quase da terceira idade tentando impedir um empresário inescrupuloso de cabelos grisalhos, e corrupto interpretado pro Christopher Walker, (De Batman o Retorno onde interpreta um empresário inescrupuloso de cabelos grisalhos, e corrupto!!!!!!!!!!!!!) A View To kill não é um filme ruim, mas todos os lados bons do filme não tem nada haver com o Bond. O vilão do filme embora seja idêntico ao de Batman o Retorno (Filme que saiu um pouco depois), aqui ele parece estar mais inspirado do que foi no filme de Tim Burton, ele faz um vilão psicótico, assustador e frio. Com sua capanga interpretada pela cantora Grace Jones, (talvez o único filme que você a verá usando uma vergonhosa tanga erótica). Moore abusou dos dublês, tem muitas cenas que da para ver claramente que não é ele que está em cena, a Bond Girl que arruma não tem química alguma com ele (uma moça linda demasiada, que tem sua beleza quase ofuscada por uma atuação horrorosa e irritante) a tal Bond girl que parece mais sua neta do que sua namorada, resumo, todos as despedidas de Bond são precárias. Sean Connery com sua péssima despedida em Os Diamantes são eternos, Moore com sua precária despedida em A View To Kill, e Brosnan com sua terrível despedia em Um novo dia para morrer. Os únicos que tiveram sorte em suas despedidas foram Timothy Dalton em 007 Permissão para Matar, e Lazenby com 007 A Serviço Secreto de Sua Majestade (Primeiro e ultimo filme dele) e são justos os atores mais desconhecidos a interpretarem o agente. O próprio Moore admitiu que A View To kill era o pior filme dele, dizendo ser o seu menos favorito. Mas não é um filme de todo ruim, uma musica ótima, Christopher Walker está ótimo como o vilão e até o presente momento foi o único vilão do Bond a ganhar um óscar. As localizações lendárias, é um filme nota 6, ou até sete. Moore deveria ter parado em 007 Somente para Seus olhos, ou talvez até mesmo em Octopussy. Agora ele com quase 85 anos, e devemos chama-lo de Sir Roger Moore, um humanitário que usa seu dinheiro para ajudar os necessitados. Tiro meu chapéu para ele. O que é mais bizarro em Moore do que ele ter feito um James Bond vovô?! Ele ter interpretado aquele homossexual maluco naquele filme horroroso Cruzeiro das loucas.
E assim termina esse top 12 dos momentos mais bizarros de James Bond.
Bônus: A Tortura em 007 Cassino Royale.
Bem o fato de escolher um ator totalmente diferente da maneira como Ian Fleming descreveu Bond em seus livros já não é meio bizarro? Vamos fazer uma tabela:
Bond : Cabelos pretos, magro, alto.
Craig. Cabelos loiros, Bombado, não tão alto. WTF!?
Apesar disso Craig tem uma atuação boa, ele provou isso em Cassino Royale, apesar de ser meio difícil eu até me acostumei com sua era Bond, apesar de os filmes perderem toda a elegância que os demais tinham, e o fato de Craig ser loiro não incomoda tanto. Alias ele não é o primeiro ator loiro a ganhar o papel, já tínhamos Roger Moore, mas o momento mais bizarro é o momento da tortura em Cassino Royale. Depois de anos finalmente temos um filme baseado no primeiro livro sobre 007, onde foi parodiado antes mesmo de Connery fazer Bond em Satânico Dr No. Eu ainda não li o livro, mas pela sinopse parece que o filme é fiel. O fato de colocar pela primeira vez na história um filme com as primeiras aventuras de James Bond (ou o primeiro filme do James Bond em um dia que chove!) A Cena em que o vilão leva Bond tortura Bond, (batendo uma grossa corda em seus colhões) isso deve doer. Não é bizarra em si pela natureza da tortura. Alias torturas são muito comuns até em filmes de crianças! Quem não lembra do Senhor Incrível sendo torturado a choques pelo Syndrome?! Mas o fato é a maneira como Bond se comporta! Claro que uma pessoa apanhando no saco não pensa muito em ser civilizado, mas quando ele fala: Meu saco está coçando, coça para mim. Ou fala: Agora o mundo inteiro vai saber que você morreu coçando meu saco! Se eu morresse um dia antes de assistir esse filme eu morreria sem nunca imaginar que Bond falaria uma coisa dessas! Imagine se em 007 Um novo dia para Morrer (Ironicamente o filme anterior), nas cenas em que Bond é torturado na coreia do norte ele falasse: (Escorpiões, não me assustam beijem minhas bolas) ou façam os escorpiões beijarem. Ou até mesmo em 007 Permissão para Matar (Acharam que essa lista ficaria sem Timothy Dalton?) quando Bond é preso em uma base militar, (apesar de dizer que um cara é a própria titica), mas ele fosse mais baixo. Chupa meu pau seus militares de merda! Isso literalmente não combina com Bond. O homem educado, elegante. Claro que devemos levar em consideração que nesse filme estamos falando sobre Bond em sua primeira missão, um 007 inexperiente, iniciante, mas não há desculpas. A única coisa que a era Craig estragou foi a elegância de James Bond, A MARCA registrada do tal. É como fazer um filme do Batman em que ele não é nervoso, usa roupas com mamilos e é a mesma coisa com mascara ou sem. (Há esqueci, temos Batman e Robin). De qualquer maneira, Cassino Royale é um excelente filme, de uma era que precisamos nos acostumar e aceitar. O bombado com cara de elfo que ganhou a fama finalmente ainda fará muitos do Bond, quer vocês gostem ou não.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Detonado Completo do Manhunt

Detonado Completo do Manhunt
Detonado completo do Manhun (Para ver os primeiros clique em postagens antigas)

Edvander Santos

Edvander Santos
Aqui alguns videos meus tocando guita